DOCÊNCIA E ADOECIMENTO: UMA INVESTIGAÇÃO PARA UM TEMA (RE)DESCOBERTO

Júlio César Ischiara, André Roberto de Lima Neto, Iara Fernandes Teixeira, Mayara Carvalho dos Santos, Moézio Alves Ribeiro Neto

Resumo


Uma das profissões mais antigas do mundo, a troca de conhecimento entre mestres e aprendizes (processo ensino-aprendizagem), com mudanças, tanto no cenário como no comportamento ou no próprio sistema educacional do qual somos usuários hoje, vemos algumas consequências negativas. Através de uma pesquisa percebeu-se diante dos atestados médicos dos professores, o quão ausentes estão os mesmos de seu ambiente de trabalho. Não simplesmente lesados em sua saúde física, mas principalmente em sua saúde mental, o que é um dado bastante interessante. Almeja-se por meio deste artigo, não apenas iniciar uma discussão que vem ganhando seu espaço, mas buscar, juntamente com os órgãos competentes, uma base teórica e estatística para intervenções, seja na área da Psicologia e, também, nas áreas afins. Trabalhando numa perspectiva quanti-qualitativa, pesquisou-se basicamente as causas desse adoecimento e as principais psicopatologias envolvidas, associando-as aos novos desafios da docência, além do tempo em que se mantiveram afastados de sala nos anos 2012 e 2013.

Palavras-chave


Profissionais da educação. Doenças adquiridas. Consequências do trabalho.

Texto completo:

PDF

Referências


BOCK, A. M. B.; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. L. T. Psicologias: Uma introdução ao estudo de psicologia. 14. ed. Saraiva: São Paulo, 2008.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília: Biblioteca digital da câmara dos deputados, 35. ed. Disponível em: . Acesso em: 14 Jul. 15.

BRASIL, Lei 7.044/82. Brasília: 18 de outubro de 1982. Disponível em: . Acesso em: 14 Jul. 15.

BRASIL, Lei nº 5.692/71 - Diretrizes e bases para o ensino do 1º e 2º graus. Disponível em: . Acesso em: 14 Jul. 15.

FERRARO, A. R; MACHADO, N. C. F; Da universalização do acesso à escola no Brasil. Educação & Sociedade, Pelotas – RGS, ano XXIII, nº 79, 2002.

FRIGOTTO, G; A relação da educação profissional e tecnológica com a universalização da educação básica. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, nº 100 – Especial, p. 1129 – 1152, 2007.

GATTI, B. A; BARRETO, E. S. S. Professores do Brasil: impasses e desafios. UNESCO, Brasília, 2009.

KAPLAN, H. I; SADOCK, B. J; GREBB, J. A. Compêndio de Psiquiatria: Ciências do Comportamento e Psiquiatria Clínica. Artes Médicas. 7. ed. 1997.

LIBÂNEO, J. C; OLIVEIRA, J. F; TOSCHI, M. S. Educação escolar – Políticas, Estrutura e Organização. 10. ed. Cortez: São Paulo, 2012.

MICHAELIS – Dicionário de Português Online, UOL. Disponível em: . Acesso em: 06 Mar. 2014.

MICHAELIS – Dicionário de Português Online, UOL. Disponível em: . Acesso em: 06 Mar. 2014.

OLIVEIRA, R. P; Da universalização do ensino fundamental ao desafio da qualidade: Uma análise histórica. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, nº 100 – Especial, p. 661 – 690, 2007.

ROBBINS, S. P; JUDGE, T. A; SOBRAL, F; Comportamento organizacional. 11. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.25190/rec.v4i2.1422

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Expressão Católica

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


ISSN: 2357-8483

Revista Associada
Indexadores
Área de Avaliação Qualis | Quadriênio 2013-2016 Classificação
Administração pública e de empresas, ciências contábeis e turismo. B5
Educação. C
Filosofia. C
Ciências Biológicas II C
Direito B5
Ensino B5
Interdisciplinar C
Letras/Linguística C
Psicologia B5
Saúde coletiva C
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.