FORMAÇÃO DOCENTE PARA UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

Alessandra Bandeira Vieira, Elizangela Machado de Campos, Domingas de Fátima Cardoso Amaral, Franciele Azevedo da Rocha, Stânia Nágila Vasconcelos Carneiro

Resumo


O trabalho que aqui se apresenta propõe um exercício contínuo, de reflexão sobre a atual formação docente e suas ações posteriores à formação, analisando o que se fala e o que se faz, o que está no currículo da educação e o que se apresenta na realidade da educação básica. Sendo assim, tal reflexão acaba problematizando todos os conhecimentos que são necessários ao professor ou educador durante toda a sua vida de efetivo exercício profissional sob o crivo crítico e reflexivo como parte integrante de uma reivindicação necessária para que haja um novo arranjo social que demande mudanças. Fala-se do professor da educação básica, aquele que atua dentro a escola pública, e lança-se a eles o exercício de realmente viver a educação básica, de escrever e problematizar a sua realidade, sem nunca se esquecer de todas as contribuições históricas. Sobre este ponto central situa-se a proposta deste artigo, de tornar a formação docente uma reflexão necessária e permanente.


Palavras-chave


Escola. Educação. Formação de Professor. Educador Reflexivo.

Texto completo:

PDF

Referências


ALTENFELDER, A. H. Formação Continuada: os sentidos atribuídos na voz do professor. 2004. Dissertação(Mestrado) – PUCSP, São Paulo, 2004.

BRASIL, LEI Nº 9.394. Lei que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 1996. Acessado em novembro/2015.

______.Pró-Letramento: Programa de Formação Continuada Professores das séries iniciais do Ensino Fundamental: Guia Geral. Brasília: Ministério da Educação. 2007.

CERISARA, A. B. A pré-escola e as implicações pedagógicas do modelo histórico-cultural. Caderno Cede, Campinas, n.35, p.65-67, 1995.

FREIRE, P. Pedagogia Da Autonomia – saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2003.

GADOTTI, M. Um legado de esperança. São Paulo: Cortez, 2001.

GALLO, S. Transversalidade e educação: pensando uma educação não-disciplinar. In: ALVES, N.; GARCIA, R. L. (Orgs.). O sentido da escola. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

LIMA, P. G. Assim educarás a humanidade: tendências sociais, políticas e econômicas norteiam a forma como a escola educa o indivíduo. Revista da Escola Adventista, Engenheiro Coelho - SP: Unaspress, 2º semestre de 2004.

LIMA, P. G. La formación del educador reflexivo: notas para la orientación de sus prácticas. Revista Latinoamericana de Estudios Educativos, San Ángel, México, os D.F., v. XXX, n. 03, p.117 - 127, 2000.

______. Saberes pedagógicos da educação contemporânea. Engenheiro Coelho/SP: Centro Universitário Adventista de São Paulo, 2007.

MARCONDES FILHO, C. O método atrator. São Paulo: ECA/USP, 1995.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas: Editores Autores Associados, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.25190/rec.v5i1.1479

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Expressão Católica

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


ISSN: 2357-8483

Revista Associada
Indexadores
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.