A DISCIPLINA DE HISTÓRIA NOS ANOS INICIAIS DO FUNDAMENTAL

Maria Salete Almeida Oliveira, Helena Izaura Ferreira

Resumo


Este trabalho pretende discutir sobre a disciplina de História nos anos iniciais do ensino Fundamental, desde metodologias e conceitos, sua relevância para a formação do indivíduo, o papel do professor de História e sua contribuição para a consciência crítica e descoberta de si como agente de transformação social, até o seu poder de intervir na sociedade. Ideias discutidas, amparando-se em diversos autores, para corroborar a importância do estudo e ensino de História nos anos iniciais do ensino Fundamental. Conclui-se que estudar História é muito mais que decorar datas e nomes. É descobrir, avaliar fatos registrados no passado para compreender as sociedades no mundo de hoje. Suas relações estabelecidas ao logo do tempo e espaço, para assim entender as permanências e rupturas no decorrer dos anos. E da autonomia ao educando de interferir na sociedade de forma crítica enquanto ser histórico.


THE DISCIPLINE OF HISTORY IN THE INITIAL YEARS OF BASIC EDUCATION

ABSTRACT

This paper intends to discuss the discipline of History in the initial years of elementary education, from methodologies and concepts, its relevance to the formation of the individual, the role of the teacher of History and its contribution to critical awareness and discovery of self as agent of transformation to their power to intervene in society. Ideas discussed, supported by several authors, to corroborate the importance of the study and teaching of History in the initial years of Elementary education. It is concluded that studying History is much more than decorating dates and names. It is discovering, assessing facts recorded in the past to understand societies in the world today. Their relationships established over time and space, to understand the permanence and ruptures over the years. And the autonomy of the student to interfere in society critically as a historical being.

Palavras-chave


Ensino de História. Ensino Fundamenatal. Conceitos. Metodologias.

Texto completo:

PDF

Referências


ABUD, K. Currículos de História e políticas públicas: os programas de História do Brasil na escola Secundaria. In: BITTENCOURT, C. (Org.). O Saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2001.

BITTENCOURT, C. M. F. Ensino de História: fundamentos e métodos. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais História e Geografia. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC, 1997.

CABRINI, C. et al. O Ensino da História: revisão urgente. 3. ed. São Paulo: Brasiliense,1987.

CRUZ, G. T. D. Fundamentos teóricos das ciências humanas: história. Curitiba: IESDE, 2003.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à pratica educativa. São Paulo: 1996. Paz e Terra.

FLORESCANO. Enrique. A função social do historiador. Tempo (Revista do Departamento de História da UFF), Rio de Janeiro, v. 4, p. 66-68, 2010.

FONSECA, S. G. Fazer e Ensinar História. Belo Horizonte: Dimensão, 2009.

NADAI, E. A Escola Pública Contemporânea: os currículos oficiais de história e o ensino temático. Revista Brasileira de História. São Paulo, v.6, n. 11, p. 99-116, set. 2009/fev. 2010.

______. O Ensino de História no Brasil: trajetória e perspectiva. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 13, n. 25/26, p.143-162, set. 2011/ago. 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.25190/rec.v7i2.2502

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Expressão Católica

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


ISSN: 2357-8483

Revista Associada
Indexadores
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.